quarta-feira, 7 de abril de 2010

PEQUI, FRUTO DO CORAÇÃO NORTE MINEIRO










NOME CIENTIFICO: Cariocá Brasilienses Fruto do cerrado, safra de dezembro a fevereiro. Da polpa extraí-se um óleo dourado, fruto que contém grande quantidade de vitamina A. Utilizado em diversos pratos da culinária. Transformado em um licor delicioso, deixa mais saborosa as conservas de pimenta.
E o óleo, humm..., este ainda perfuma os nossos pratos.

CURIOSIDADES: só pode ser colhido quando cai ao chão.
Os roedores de pequi garantem que é afrodisíaco, depois da safra é visível a quantidade de mulheres grávidas na região.

IMPORTÂNCIA: fonte de alimento, reforço no orçamento das famílias deste sertão, combate a desnutrição, a fome. Formamos grupos para degustar no almoço, nos bares, no mercado, nas madrugadas das festas e dos nossos sonhos, depois de degustar acepipes variados, a noite é fechada com pratos para escolher: uma galinhada com pequi, arroz com pequi, quenga(para os homens, é claro) engrossado (para as mulheres, é óbvio), voltamos para casa com o espírito gratificado pela existência de amigos, dos encontros, das festas, do pequi...


A FANTASIA: fantasias culinárias, sonhamos em criar novos pratos a cada dia. Fantasias afrodisíacas, esta é por conta das lendas, dos bate-papos. Mesmo quem não gosta sente-se incomodado pelo perfume deixado no ar.
Perfume? É cheiro mesmo, e forte...


A cidade fica com cor de cerrado (cascas verdes e marrom) no mercado, nos carrinhos da esquina.




Cor de ouro nas bancas, nas cestas, nos pratos...Traz a fartura das chuvas, mas com cor de sol!
Bernadete Guimarães

Nenhum comentário:

IMPRIMIR ESTA RECEITA