domingo, 2 de outubro de 2011

CAPONNATA ITALIANA

Antepasto siciliano dos mais conhecidos. Nós brasileiros aprendemos a apreciar, modificar, colocar ao nosso gosto. Rico em sabores mediterrâneos, regado a bons azeites, apreciamos com pão, torradas, pão sírio, acompanhando frios, como saladas....
O historiador de culinária mediterrânea Clifford A. Wright diz que a caponata nasceu na Catalunha.
A berinjela é a base da caponata

Pino Correnti acredita que a origem da palavra caponata, seja proveniente da palavra em catalão caponada, cujo significado é "algo relacionado às videiras". A receita de um prato muito parecido com a iguaria siciliana foi relatada pela primeira vez no ano de 1709.
Pimentões dão sabor e o colorido a caponata
Para Alberto Denti di Pirajno, professor, médico e gastrônomo siciliano, caponata deriva de um tipo gazpacho, um prato muito parecido com a caponata e que era servido a bordo dos navios espanhóis. Continha muito vinagre, devido à sua ação conservante, tornando-o um alimento conveniente em alto mar.
Azeite não pode faltar na caponata

Juan de la Mata no seu livro "Arte de Reposteria" publicado em 1747, afirma que o gazpacho mais conhecido era chamado de capón de galera. Consistia em pão ensopado num molho feito com água, anchovas, alho, vinagre, açúcar, sal e azeite de oliva. Muito parecida com a caponata siciliana.
PARA A CAPONATA
4 berinjelas médias e firmes cortadas em cubinhos
1 litro de água fervente
Quando a água ferver, coloque os cubinhos de berinjela, mexendo por uns 3 minutos, pois é leve e sobe quando ferve. Escorra e reserve.
Leve ao fogo 1 cebola grande picadinha (se gostar corte em rodelas finas). 4 dentes de alho fatiados em 1/2 xícara (chá) de azeite. Umas das delícias da caponatta é a quantidade de azeite. Quando a cebola e o alho cheirar, despeje a berinjela escorrida.
Acrescente 1 pimentão verde, 1 vermelho e 1 amarelo, todos médios, picadinhos. 1 xícara (chá) de cheiro verde picado, 150g de passas escuras sem sementes (eu coloco mais). 100g de nozes esmigalhadas (é para encontrar os pedacinhos), 2 sachês de tempero para salada, sal se necessário. Depois de tudo misturado, regue com mais 1 xícara (chá) de azeite, polvilhe orégano ou manjericão desidratado. Prove  o tempero, eu coloco ainda 1 colher (sopa) cheia de açucar, misture bem. 
Coloque em um refratário, cubra com papel aluminio, parte brilhante para baixo, leve ao forno médio por uns 30 minutos. Retire, deixe esfriar, coloque na geladeira em vasilha tampada.
Dura por volta de 5 a 7 dias, claro não coloque colher suja, e tampe toda vez que usar. Enquanto estou escrevendo essa receita para você estou degustando a minha caponata com torradas que fiz dois dias atrás, rsss...rsss..., não resisti!!!

Um comentário:

Guloso e Saudável disse...

Bernadete,
Eu faço a caponata um pouco diferente e sem as nozes, da próxima vez vou fazer esta receita.
Abraço
Vânia

IMPRIMIR ESTA RECEITA